Biografia

Editou um livro histórico” o Usurpador – o poder sem pudor “ com a editora “Leya”aonde mais uma vez lança o seu espírito irrequieto e temerário. São feitas poderosas revelações sobre a forma como foi conduzido o último processo de sucessão monárquica e sobre o destino que tomou o património de D. Manuel II, que envolve nomes como o de Salazar, monárquico convicto, e de Duarte Pio de Bragança, pretenso chefe da Casa Real, numa forte polémica.

Através de uma viagem cronologicamente organizada pela História de Portugal, desde os últimos anos da monarquia até aos dias de hoje, Nuno, num estilo muito próprio e muito vivo, apoiado em abundante e indesmentível documentação, desmonta, página a página, o equívoco que, há cerca de um século, envolve a questão dinástica em geral e a pretensão miguelista, em particular.